Fiocruz
Acompanhe nas Redes Sociais

Como saber se
é Coronavírus?

INFORME-SE FAÇA O TESTE ONLINE

Enfrentamento ao Coronavírus (COVID-19)

Importante saber!

O que é coronavírus? (COVID-19)

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Como ele é transmitido?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  
  • gotículas de saliva;
  • espirro;
  • tosse;
  • catarro;
  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.
  •  
Como prevenir o contágio?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

 
  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo. Na ausência de lenço, prefira usar a região interna do cotovelo para abafar a tosse/espirro do que as mãos.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
  • Evite aglomerações ou ambientes fechados, pois a chance de haver pessoas infectadas aumenta muito e a transmissão do vírus é facilitada pela proximidade.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, copos ou garrafas, pois eles podem estar contaminados com o vírus.
  • Mantenha os ambientes bem ventilados, pois isso diminui o risco de transmissão.
Quais são os sintomas do coronavírus
  • Febre
  • Tosse
  • Dificuldade para respirar
  • Mal estar
  • Dor de garganta
  • Congestão nasal
  • Dores pelo corpo
  • Coriza
Quando se deve procurar o serviço de saúde?

- Se você tem sintomas de gripe ou resfriado, mas apresenta bom estado geral, fique em casa por 14 dias para evitar a contaminação de outras pessoas.

- Faça repouso e siga as medidas de higiene para reduzir o risco aos seus familiares.

- Se você tem piora do estado geral, cansaço ou dificuldade para respirar, procure uma emergência.

- O médico decidirá se você necessita de internação ou exame para o coronavírus.

- Bebês e crianças menores de seis anos, gestantes, puérperas, maiores de 60 anos, e pessoas com doenças preexistentes devem ser avaliadas por profissional de saúde caso apresentem febre e sintomas respiratórios.

Dúvidas?

Confira as respostas para as dúvidas mais frequentes sobre o coronavírus.

1 Estou com sintomas leves, como tosse, febre baixa e coriza. O que fazer?

Não vá para unidades hospitalares ou de urgência e emergência. No momento, o protocolo do Ministério da Saúde indica que essas unidades priorizem atendimentos a casos graves (com esses sintomas você não estará classificado para realizar o teste de confirmação do coronavírus).


Em geral, a recomendação é hidratar-se bastante, ter uma alimentação saudável, repousar e ficar em isolamento domiciliar. É muito importante que você evite contato com outras pessoas, especialmente idosos e doentes crônicos, para não propagar o vírus caso realmente esteja infectado.


Como ainda não existe vacina e o tratamento é sintomático, na grande maioria dos casos, o diagnóstico através do exame específico nesse estágio de circulação do vírus não mudará o tratamento. Portanto, siga as orientações do seu médico e permaneça em casa.

2 Em que casos devo procurar unidades de pronto atendimento e urgência?

Se você se enquadrar nas opções de quadros descritos a seguir:

Casos suspeitos:

- Se você retornou de viagem internacional de qualquer país nos últimos 14 dias e apresente febre e algum sintoma respiratório (*tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntiva, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza e dispnéia);

– Se você teve, nos últimos 14 dias, contato próximo com pessoas com caso suspeito ou com confirmação de coronavírus e apresentar febre ou algum sintoma respiratório (*).

Casos prováveis:

– Se você reside ou trabalha no domicílio de caso suspeito ou confirmado nos últimos 14 dias e apresente febre ou pelo menos algum sintoma respiratório (*) ou outro sintoma inespecífico como fadiga, mialgia/artralgia, dor de cabeça, calafrios, gânglios linfáticos aumentados, diarreia, náusea, vômito, desidratação e inapetência.

3 Tenho uma cirurgia eletiva programada ou tenho a intenção de fazer uma em breve. Como proceder?

De acordo com o Ministério da Saúde, todos os procedimentos eletivos estão adiados, desde que não haja prejuízo à saúde das pessoas. Consulte seu médico para entender o seu caso, mas neste momento, os leitos cirúrgicos e hospitalares serão priorizados para os casos graves de coronavírus.

4 Por que o governo está recomendando não sair de casa?

Para evitar a propagação intensa do vírus, ou seja, o aumento muito rápido do número de casos, o que pode causar colapso nas redes de atendimento para os casos mais graves. Essas medidas foram tomadas de forma tardia na China e Itália, mas surtiram efeito. O quanto antes forem aplicadas aqui no Brasil, maiores as chances de reduzir os impactos do coronavírus. Portanto, uma das melhores formas de combater o coronavírus é evitar aglomerações e ambientes fechados. Cada um tem a responsabilidade individual para a proteção de toda sociedade.

5 Devo ir a consultas e exames que não são urgentes, mas estão agendados?

A orientação no momento é que não. O isolamento e distanciamento sociais são fundamentais nessa fase de tentativa de contenção do vírus e, portanto, todas as atividades que não sejam essenciais, inclusive consultas e exames, devem ser postergadas. A própria ANS, agência que regula o sistema de saúde suplementar, faz essa recomendação. Leia mais.

6 Há necessidade de uso de máscaras de maneira preventiva?

No momento, não há recomendação para uso de máscaras para a população no geral. Importante: população em geral e profissionais de saúde que já apresentam sintomas respiratórios devem usar máscara cirúrgica.

7 Existe vacina contra o corona?

Ainda não há vacina contra o coronavírus. Mantenha os cuidados de prevenção da gripe. Importante: o Ministério da Saúde já informou que vai antecipar a distribuição da vacina contra gripe para o mês de março.

8 Posso fazer exames preventivos?

Se não houver sintomas, não há necessidade do exame específico.

9 Que produtos de limpeza matam o vírus?

Álcool em gel 70% e água com sabão são as melhores formas de higienizar as mãos e evitar contaminação. Além desses, outros produtos de limpeza também ajudam no combate, como: água sanitária, desinfetantes em geral, limpadores multiuso com cloro, limpadores multiuso com álcool, álcool de limpeza (líquido), detergente e sabão.

Notícias e Comunicados

30 de Abril de 2020
Comunicado Unimed Cerrado
Leia Mais...

27 de Abril de 2020
Comunicado Cooperados
Leia Mais...

06 de Abril de 2020
Comunicado Unimed Cerrado
Leia Mais...

23 de Março de 2020
Comunicado Unimed Cerrado
Leia Mais...


CORONAVÍRUS PELO MUNDO

Veja as estatísticas do coronavírus pelo mundo.

ACESSAR AGORA


COMO SABER SE É CORONAVÍRUS?

Podemos ajudar a descobrir o que está acontecendo.

FAÇA O TESTE ONLINE